Revista

Projeto de Expansão

Expediente

foto 5
foto 6
foto 7
foto 8


Notícias

Defensoria Pública participa do Programa “Câmara e Governo Junto de Você”

AddThis Social Bookmark Button

A Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO) participa com atendimentos jurídicos gratuitos,  nos  dias 17 e 18/09, do Programa “Câmara e Governo Junto de Você”. A abertura oficial será nesta quinta-feira a partir das 8h30,  na Avenida Mangalô, Praça da Feira, no Setor Morada do Sol, na Região Noroeste da capital. O Programa é  promovido em parceria pela Secretaria de Estado de Governo (Segov) e a Câmara Municipal de Goiânia. Serão 36 parceiros que vão disponibilizar mais de 155 serviços. Na ocasião a Câmara Municipal realizará sessão plenária para a votação de projetos da Região Noroeste.

Leia mais...

Defensoria Pública contribui para CPI da Criança na Assembleia Legislativa

AddThis Social Bookmark Button

A Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO), representada pelos defensores públicos Fernanda da Silva Rodrigues Fernandes e Tiago Gregório Fernandes, que atuam na área da Infância e Juventude, contribuiu  com a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura a violação de direitos da criança e do adolescente, da Assembleia Legislativa de Goiás, na 10ª reunião da CPI  realizada  na manhã desta quarta-feira, dia 16, no Auditório Solon Amaral. A CPI foi instaurada para investigar a prática de abuso sexual, adoção irregular de crianças e a exploração do trabalho infantil, em especial no município de Cavalcante, no nordeste goiano.

Leia mais...

Defensoria garante remédio de alto custo à paciente portadora de hepatite C

AddThis Social Bookmark Button

A Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO)  conseguiu liminar que garante o fornecimento, por meio da Central de Medicamentos Juarez Barbosa, de medicamentos de alto custo à paciente Olívia Montelo da Cunha, 72 anos,  para o tratamento de hepatite C. Olívia Montelo, portadora de cirrose hepática,   havia procurado a Central que lhe negou o fornecimento sob a alegação de que os remédios SOFOSBOFIR, DACLASTAVIR e RIBAVARINA  não estão no rol da lista de medicamentos oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e em razão do  alto custo, avaliado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES)  em aproximadamente R$ 700 mil.

Leia mais...