Relatório de Gestão Fiscal

Revista

Projeto de Expansão

Notícias

Defensoria em Inhumas obtém liminar para cirurgia reparadora nos seios de mulher que corre risco de perder movimentos

AddThis Social Bookmark Button

A Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO) obteve liminar, nesta terça-feira (28/05), em favor de Patrícia Martins de Andrade, 45 anos, obrigando o Estado de Goiás e o Município de Inhumas a providenciarem uma mamoplastia para ela, com urgência. Patrícia foi diagnostica com mamas volumosas com ptose mamária grau 3, que ocasionou problema cervical e lombar coma compressão das raízes nervosas da coluna vertebral. A paciente corre sério risco de lesão permanente na medula espinhal, podendo ter os membros paralisados. Atualmente desempregada e sem recursos, procurou a 2ª Defensoria Pública de Inhumas, onde mora. Ela já havia procurado auxílio junto ao Município, mas espera por uma vaga para a cirurgia há 7 anos.

 

 

O defensor público Jordão Mansur Pinheiro, titular da 2ª Defensoria Pública de Inhumas, é o responsável pela Ação cominatória de obrigação de fazer com pedido de tutela de urgência. No documento, o defensor público aponta que diante da gravidade do caso, enviou, no dia 02/04 deste ano, ofício à Secretaria Municipal de Saúde de Inhumas, relatando o fato e requisitando informações acerca da situação e dos procedimentos adotados para a realização do procedimento cirúrgico. Em resposta o município informou que a paciente está regulada e aguarda vaga para a realização da mamoplastia.

Jordão Mansur explica que a assistida é submetida a um doloroso prazo de espera para a realização da cirurgia que necessita com urgência, são mais de 7 anos desde a primeira consulta. De acordo com ele, a providência a ser tomada não poderia ser outra, a não ser entrar com a ação na justiça. “Diante da inércia do Poder Público em realizar a cirurgia eletiva da autora, o quadro se tornou de extrema urgência, não restando opção senão a busca da intervenção positiva do Poder Judiciário”, completa.

Patrícia Martins é mãe de quatro filhos e mora com um que a ajuda financeiramente. Ela não pode trabalhar por causa do problema de saúde, que faz doer suas costas e as pernas constantemente. Ela informa que além desses problemas, agora sofre com a pressão alta, ocasionada pelas dores constantes. Esperançosa, a assistida destaca o trabalho da Defensoria Pública de Inhumas e espera mudar de vida após a cirurgia. “Até choro quando lembro dessa conquista. Estou com muita esperança que a minha vida mude. Espero que a dor alivie e que o risco de ficar sem movimento diminua. Quero voltar a trabalhar”, comemora.

Dicom/DPE-GO