Relatório de Gestão Fiscal

Revista

Projeto de Expansão

Notícias

DPE-GO prestigia entrega de recursos para programa de enfrentamento às drogas

AddThis Social Bookmark Button

O Governo de Goiás está investindo R$ 9 milhões em programas de recuperação a dependentes químicos e prevenção às drogas. Cerca de 2,2 milhões de pessoas serão beneficiadas diretamente com esses projetos. Entre os recursos estão R$ 1,050 milhão entregues nesta segunda-feira, dia 2, pelo governador Marconi Perillo para 21 comunidades terapêuticas (cada uma recebeu R$ 50 mil).

 

O defensor público-geral do Estado de Goiás, Cleomar Rizzo Esselin Filho, prestigiou o lançamento dos programas e discutiu com a presidente do Grupo Executivo de Enfrentamento às Drogas (Geed), Ivânia Fernandes, parcerias entre a Defensoria e o Grupo. O trabalho conjunto poderá incluir o Projeto Defensoria nas Escolas no programa de prevenção à drogadição e auxílio às famílias que procuram ajuda judicial para interditar parentes com dependência química. Em 2011, o programa Defensoria nas Escolas levou palestras sobre cidadania e direitos a mais de 3 mil alunos da rede estadual de educação.

 Foi lançado também o edital para custeio de 700 vagas em entidades de recuperação de dependentes químicos, cujo total do investimento será de R$ 5 milhões. O chefe do Executivo assinou ainda decreto criando o Centro Estadual de Avaliação Terapêutica Álcool e outras Drogas (Ceat-AD). A solenidade foi no Auditório Mauro Borges, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia.

Essas ações são ligadas ao Grupo Executivo de Enfrentamento às Drogas (Geed) e incluso no Programa de Ação Integrada de Desenvolvimento (PAI Social), vinculado à Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan). O governador destacou que esse trabalho começa com a prevenção nas escolas, passa pela repressão ao tráfico de entorpecentes com a criação do Comando de Operações de Divisas (COD), pela recuperação dos dependentes e com a reinserção social.

“Queremos ser cada vez mais um instrumento eficiente na recuperação e no resgate dessas pessoas, que são pessoas que podem muito bem ser úteis a si próprias e à sociedade”, pontuou Perillo. Ele completou que “o que nós estamos fazendo aqui hoje é o início de uma ação concreta de apoio à internação e ressocialização dos dependentes químicos, especialmente de drogas mais pesadas.

Além dos recursos para custeio de vagas, também foi lançado edital para investimento em projetos de comunidades terapêuticas visando a profissionalização e reinserção social do dependente. Serão repassados R$ 250 mil para essa área. Outro edital lançado é para destinação de recursos a projetos arquitetônicos de adequação física e estrutural de comunidades para a ampliação de vagas. Serão investidos R$ 1 milhão.

 

Com informações do Site Goiás Agora